O que são Doenças Psicossomáticas?

Diversas pessoas se perguntam se as doenças psicossomáticas são reais ou não.

Se a doença mental tem uma causa, como a dor física, material, da mesma forma como uma perna quebrada?

Qualquer que seja a resposta a essa pergunta; ela não deve causar de forma alguma, dúvidas ou questionamentos sobre o sofrimento real das pessoas com problemas psicossomáticos.

Pode ser testado, diagnosticado e tratado com a mesma certeza que uma doença física? 

O termo “distúrbio psicossomático” é usado principalmente para significar “uma doença física que se acredita ser causada ou agravada por fatores mentais”. 

Mas, este termo também é usado quando fatores mentais causam sintomas físicos. Porém muitas vezes não há doença física. 

Por exemplo, dor no peito pode ser causada por estresse e nenhuma doença física pode ser encontrada.

Mais importante, doenças psicossomáticas são doenças tem origem psicológica mas afeta, em muitos casos, o corpo.

As doenças psicossomáticas estão relacionadas a emoções, sentimentos e pensamentos — que podem estar em desequilíbrio por diversos fatores, como traumas não superados e estresse.

Esse tipo de problema acaba se manifestando também no corpo, por meio de dores e doenças físicas.

A causa das Doenças Psicossomáticas

A causa exata da evolução das doenças psicossomáticas é desconhecida. 

Estudos revelam que os distúrbios físicos associados ao estresse mental são devidos à hiperatividade dos impulsos nervosos enviados do cérebro para as outras partes do corpo.

De fato, pode causar o aumento de adrenalina no sangue, levando a um estado de ansiedade. 

Essa condição pode ser desencadeada por vários fatores da vida, como a seguir:

  • Genética: Alguns estudos afirmam que as aberrações genéticas peculiares de um indivíduo; podem se transformar em uma causa direta para essa condição.
  • Condições biológicas irregulares: alteração no metabolismo da glicose, níveis de aminoácidos no soro, etc., podem causar distúrbios psicossomáticos.
  • Influência do estresse: pessoas que sofrem eventos estressantes como trauma, abuso, doenças frequentes, medo, depressão, raiva, culpa ou insegurança. E outras situações difíceis também são suscetíveis a esse distúrbio.
  • Circunstâncias familiares: A ausência dos pais, o comportamento dos pais em relação à criança e as dificuldades de relacionamento; também são uma das principais origens de distúrbios psicossomáticos.

A Terapia

A terapia pode ter suas raízes no tratamento de distúrbios mentais graves, e sofrer de constantes preconceitos.

Contudo, você não precisa ter uma doença mental para se beneficiar da terapia. Procurar terapia não significa que você está doente mental. 

Nem é um sinal de fraqueza. Em contraste, é um sinal de desenvoltura. 

Quando a vida parece estar girando fora de controle, a terapia é uma ferramenta para ajudá-lo a controlar a rotação.

Procure sempre um especialista médico.

Comentários

Deixe uma resposta