Morre aos 47 anos, André Matos, das Bandas Angra e Shaman.

Andre Matos, um dos principais fundadores e ex vocalista da banda brasileira de metal Angra, morreu no dia 08/06/2019. O músico tinha 47 anos e informações de amigos confirmam que ele foio vítima de um ataque cardíaco.

A confirmação foi feita pelo baterista Ricardo Confessori e pelo baixista Luis Mariutti, ambos integrantes da banda Angra.

A última apresentação do músico foi no último domingo, 2, no Espaço das Américas, em São Paulo. A banda atual, Shaman, divulgou nas redes sociais a confirmação e o lamento da morte do vocalista. A banda estava em turnê desde setembro de 2018.

Carreira dedicada ao Metal

Nasceu em São Paulo no ano de 1971 e ficou conhecido pelo seu trabalho a frente de grandes bandas no metal como Viper, Angra e Shaman.

Grande estudioso de piano e teclado desde a sua infância, Matos se formou na regência orquestral e composição em São Paulo.

Na adolescência, nos anos 80, iniciou sua carreira na Banda Viper.
Em 1991 fundou o Angra com amigos de faculdade. A banda fez turnês internacionais e mais de um milhão de cópias vendidas, tornando a banda e Matos referência mundial para o gênero musical.

Rio de Janeiro, Brazil – September 22, 2013 – Rock in Rio 2013 – André Matos, Photo Leo Correa

Em 2000, deixou a banda por divergência com empresários.
Após deixar o Angra, formou a banda Shaman junto com o baixista Luis Mariutti e baterista Ricardo Confessori, ambos também deixaram a banda Angra. A formação durou até 2006. A partir de 2007, Matos seguiu carreira solo.

Retorno – Banda Shaman

No ano de 2018, a banda Shaman retornou a formação original para uma turnê comemorativa. Desde então a banda vinha fazendo shows desde setembro de 2018 com Andre Matos assumindo os vocais.

Rock brasileiro de Luto

Outra perda lastimável para o rock brasileiro e mundial, doi a morte do músico Serguei, na data 07/06/2019, aos 85 anos de idade.

O ano de 2019, para o Rock brasileiro está de luto com a perda do ícone Serguei e da morte repentina do grande André Matos.

Compartilhar

Comentários