multiverso

Multiverso – Será que existem mundos paralelos? Veja o que sabemos.

A ideia do multiverso está cada vez mais presente na cultura atual e representada em filmes e séries de ficção cientifica e até mesmo de ação.

Mas por que a humanidade sempre sonhou ao explorar as infinidades do desconhecido através de mundos tão parecidos com o nosso?

De fato é um assunto muito evidente entre os jovens, mas o multiverso não é um assunto que todos estão antenados. Então para que todos possam entender um pouco sobre a ideia do multiverso, vamos explicar em pequenos detalhes.

O que já sabemos sobre o Universo Observável

O universo que a ciência nos apresenta é tudo o que conseguimos observar até agora.

Segundo a teoria do Big Bang e aos estudos da radiação cósmica, temos hoje uma ideia de que o universo em que vivemos tem por volta de 13,8 bilhões de anos desde o início da sua expansão.

Contudo, hoje sabemos que a luz viaja através do vácuo a uma velocidade finita de 300.000 km/s. Portanto, essa descoberta nos permitiu desenvolver o conceito de ano-luz e saber qual é a distância equivalente que a luz percorre num ano, ou seja, 9,5 triliões de km.

Será que existe o Multiverso?

Resposta bem direta, há ainda partes do universo que não podemos ver porque a luz nunca as atingiu.

Assim, vivemos numa enorme bolha com um raio de visão de aproximadamente 13,8 bilhões de anos-luz na medição atual do tempo. Então o que está do outro lado da realidade? Isto é algo de que ainda não estamos plenamente conscientes.

Agora que sabemos que existe uma diferença entre o universo observável (aquilo que a luz toca e temos conhecimento) e o universo não observável (tudo onde a luz não toca), pense na seguinte situação:

Se ocorreram diversas explosões semelhantes ao Big Bang em outros pontos desconhecidos da nossa existência, provavelmente outros universos semelhantes ao nosso existam ao mesmo tempo, sem o mínimo conhecimento uns dos outros.

multiverso
Perspectiva Multiverso

A teoria diz que alguns deles podem ser tão semelhantes aos nossos, que poderiam ser considerados iguais.

Então, há uma probabilidade mínima de que uma versão de si esteja neste preciso momento a viver uma vida própria, sem a mínima ideia da sua existência nessa realidade.

Como surgiu a ideia do Multiverso

A primeira teoria de vários mundos (multiverso) aconteceu nos anos 50, por um físico americano chamado Hugh Everett. Ele usou a mecânica quântica para tentar explicar alguns processos que não podem ser explicados através de relações de causalidade.

O problema, contudo, é que ainda não temos os métodos para testar estas teorias, nem a tecnologia para explorar as partes desconhecidas do universo. Portanto, só podemos continuar a sonhar com estas dimensões paralelas.

Em suma, hoje em dia muitos físicos que buscam entender e defendem a tese do multiverso. Teorias como o espaço-tempo e mundo quânticos são as bases de pesquisas dos cientistas, para quem sabe futuramente, provar a existência de mundos paralelos.

Qual a sua opinião sobre o multiverso? Você acredita que existe uma outra versão de você em um universo desconhecido?

Veja também:

Já que chegou até aqui, compartilhe com amigos e familiares e veja o que eles pensam sobre a ideia do multiverso.

Fonte de pesquisa: Mega Curioso

Compartilhe este post:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Este blog utiliza cookies para garantir uma melhor experiência. Se você continuar assumiremos que você está satisfeito com ele.