A Origem da Páscoa

A Origem da Páscoa, se dá ao Domingo da Ressurreição. Uma festa cultural e religiosa, feriado nacional e internacional, que comemora a ressurreição de Jesus Cristo.

Significado do nome Páscoa

Pessach (do hebraico פסח, que significa passar por cima ou passar por alto) é a “Páscoa judaica”, também conhecida como “Festa da Libertação”, e celebra a libertação dos hebreus da escravidão no Egito em 14 de Nissan do ano de 1446 a.c.

wiki.org

Os Cristãos creem que, com a ressurreição de Jesus Cristo, o preço pelos pecados foram pagos por ele.

Todos que crerem nele, e se arrependerem de seus pecados; serão salvos e farão sua páscoa, a ressurreição para a vida eterna.

Portanto, esta é a principal ligação com a origem da páscoa.

A Páscoa é a ressurreição de Jesus dentre os mortos, está descrita no Novo Testamento como tendo ocorrido.

No terceiro dia após seu enterro, e após a crucificação pelos romanos no Monte Calvário c. 30 dC. em Jerusalém.

É o ápice da Paixão de Jesus, precedida pela Quaresma.

Quaresma e a origem da páscoa

A Quaresma é o período de 40 dias que antecedem a Páscoa. São 40 dias de jejum , oração e penitência, além da caridade.

Entretanto, exceto aos domingos, pois é a festa da ressurreição de Jesus.

Iniciando na quarta-feira de cinzas, a quaresma é o ponto onde se realiza um profundo exame de consciência.

Desta forma, eliminando tudo o que tira um Cristão do seu caminho segundo o evangelho.

A semana antes da Páscoa, conhecida como Semana Santa é muito especial na tradição cristã. Onde é feita a via-sacra e diversas penitências.

O domingo antes da Páscoa é Domingo de Ramos. Os últimos três dias antes da Páscoa são chamados de Tríduo Pascal.

Quinta-feira Santa com o lava-pés, e a última ceia.

Porém, a Sexta-feira Santa é apresentada a incomensurável morte de Cristo no Calvário e Sábado Santo (às vezes chamado Sábado Silencioso, levado à meditação e à Paixão de Jesus).

Quando é celebrada a Páscoa

Celebra-se a Páscoa no primeiro domingo após a lua cheia do equinócio vernal em 21 de março.

Portanto, a Páscoa é comemorada todos os anos entre 22 de março e 25 de abril.

No cristianismo a Páscoa ou a época da Páscoa começa no domingo de Páscoa e dura sete semanas.

Assim, terminando com a chegada do 50º dia, domingo de Pentecostes.

No cristianismo oriental, a estação da Pascha começa na Pascha e termina com a chegada do 40º dia. A Festa da Ascensão.

A Páscoa é considerado a data festiva mais importante da religião cristã, considerado um dia santo.

De fato, Jesus após morrer crucificado, seu corpo foi sepultado, ali permaneceu até o terceiro dia, quando houve a ressurreição.

A Páscoa é representada pela real ressurreição de Jesus. Sua presença não é de forma alguma, uma alucinação dos Apóstolos.

Quando se diz: “Cristo vive” não é usado um modo de falar – como pensam alguns.

Portanto, pois, para dizer que vive somente em uma lembrança, mas é a real Páscoa e é a festa mais viva do Cristianismo.

A semana que começa com o Domingo de Páscoa; é chamada Semana da Páscoa ou a Oitava da Páscoa , e cada dia é precedida de “Páscoa”; dando a origem da páscoa.

O Ovo e a origem da Páscoa

O ovo é um símbolo antigo de nova vida e renascimento. No cristianismo, tornou-se associado à crucificação e ressurreição de Jesus.

O costume do ovo de Páscoa se originou na comunidade cristã primitiva da Mesopotâmia. Assim manchavam os ovos vermelhos em memória do sangue de Cristo, derramado em sua crucificação.

Como tal, para os cristãos, o ovo da Páscoa é um símbolo do túmulo vazio. A tradição mais antiga é usar ovos de galinha tingidos.

No entanto, um costume moderno é substituir o chocolate decorado ou os ovos de plástico cheios de doces, como jujubas, por exemplo.

Em algumas tradições, as crianças colocam suas cestas vazias para o coelhinho da Páscoa encher enquanto dormem.

Portanto, eles acordam e encontram suas cestas cheias de ovos doces e outras guloseimas.

Visite nossa Página: Facebook/FatoVirtual

Comentários